O que eu vou ser quando crescer?

Por Fernanda Lima Pazzim, Psicóloga na Crauss Psicologia.

Desde a infância perguntamos: o que tu vai ser quando crescer?

Mas é normalmente durante o ensino médio, as vezes depois de concluí-lo, que começa-se a pensar sobre futuro, carreira… e aí surge novamente aquela dúvida: o que eu vou ser? Dessa vez, é possível que esta pergunta venha acompanhada de um misto de sensações, afinal a escolha profissional diz muito sobre nós e por isso é uma decisão tão importante.

Alguma vez você já se deparou com profissionais que não estão aptos para exercer tal profissão? Ou ainda profissionais que encontram-se constantemente mal humorados no serviço? Essas podem ser características de insatisfação. Exercer uma rotina insatisfatória ou indesejada, pode desencadear alguns sentimentos que influenciam no comportamento, podendo até mesmo, em casos mais extremos, desenvolver alguns transtornos como depressão, ansiedade e outros.

A escolha profissional deve estar de acordo com as características pessoais, as aptidões e as preferências de cada pessoa.

Existem na internet diversos sites com testes online para esse tipo de avaliação, porém, devemos levar em conta, que esses sites são programados para grupos de resposta, ou seja, mesmo que duas pessoas marquem algumas respostas diferentes, poderá levar ao mesmo resultado. E isso, acarretará numa falsa informação.

O psicólogo pode realizar a orientação vocacional que vai esclarecer diversas dúvidas e auxiliar na escolha profissional de forma correta e eficaz. Relacionar seu perfil pessoal e de personalidade com suas aptidões aumenta a chance de escolher uma profissão que realmente combine com você. E o importante é fazermos aquilo que nos realiza e nos faz feliz, não é mesmo? Portanto, se você está passando por esse momento de indecisão ou conhece alguém que esteja passando, o ideal é procurar um psicólogo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *