Por que o dia da mulher?

Por Jenifer Simões – Psicóloga​ da Crauss Psicologia

“Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância, já que viver é ser livre.” – Simone de Beauvoir.

O dia Internacional da Mulher é o resultado de uma série de fatos, lutas e reivindicações das mulheres e teve início, principalmente, nos Estados Unidos da América e Europa por melhores condições de trabalho, direitos políticos e sociais. Esta luta se iniciou na segunda metade do século XIX e se desdobraram até por volta da metade do XX.

Só a partir do ano de 1975, a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a celebrar o Dia Internacional da Mulher em 8 de março.

A data foi criada com outra finalidade, além da comemoração. Na maioria dos países acontecem conferências e debates onde o objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. A tentativa é diminuir, e talvez até acabar, com o preconceito e a desvalorização da mulher e ressignificar esse papel. Sabe-se que mesmo com todos os avanços dentro da nossa cultura, ainda é possível observar mulheres com jornada excessiva de trabalho, salários baixos, sofrendo violências e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, por isso é possível celebrar, mas muito ainda terá que ser modificado nesta história, então é preciso dialogar.

Quando falamos em luta lembramos logo de feminismo. Mas você sabe exatamente o que é o feminismo ou está cheia(o) de preconceitos?

Feminismo é identificado como movimento que luta contra TODAS as formas de opressão praticadas sobre as mulheres, também clama pela igualdade entre os gêneros.

Machismo é a suposição de que homens são superiores. No entanto, feminismo não é a suposição de que mulheres são superiores, e sim que homens e mulheres têm direitos iguais. Em outras palavras, dar liberdade não só para as mulheres, mas também para os homens. Dar liberdade para o homem chorar e tantas outras exigências masculinas e obrigatoriedades que a sociedade impõe aos homens, gerando sofrimento.

Feminismo liberta a TODOS. É ser livre para existir.

Um exemplo bem explicito na nossa sociedade: Você já ouviu falar de como é perigoso para as mulheres andarem sozinhas, não é mesmo? Com frases como: “Olha… lá vai uma mulher caminhando sozinha na rua.”
“Olha…lá vão duas mulheres caminhando sozinhas na rua.”
“Olha… lá vão três mulheres caminhando sozinhas na rua.”

Quantas mulheres juntas são necessárias para que não estejam sozinhas?

Por todas suas conquistas e lutas, parabéns, mulheres, pelo seu dia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *